Loading...

Avanade rastreia a biometria da equipe de boxes da Williams Martini Racing para aumentar o desempenho futuro da F1

Situação da Empresa

Uma equipe de Fórmula 1 pode ter o carro mais rápido na pista e ainda perder a corrida. Isso porque a velocidade do carro não é o único desempenho que importa. A velocidade da equipe de boxes é crucial para colocar o carro de volta na corrida e poupar segundos preciosos do piloto, que podem melhorar uma posição na corrida e aumentar a gama de opções para uma estratégia vencedora.

A Williams Martini Racing quer dar suporte a seus pilotos com a equipe de boxes mais rápida e mais consistente da Fórmula 1. Na realidade, a equipe de boxes da Williams já é uma das mais fortes no pit lane, tendo feito o pit-stop mais rápido da temporada de 2016, e recebeu o prêmio 2016 DHL Fastest Pit Crew por ter feito o pits stop mais rápido na maioria das corridas dessa temporada.



Trabalhando com a Williams Martini Racing em sua transformação digital desde 2015, a Avanade já forneceu uma gama de soluções para ajudar a Williams Martini Racing a otimizar o design e os testes de seus carros. Porém, como parceiro de tecnologia estratégica da Williams, ela também poderá ajudar a equipe a aproveitar o sucesso de 2016 e adicionar ciência à arte da pit-stop da Williams?

“O trabalho com a Avanade nos permitirá manter uma vantagem sobre nossos concorrentes nos pit stops. Ao otimizar o desempenho de nossa equipe de boxes, visamos atingir consistentemente os tempos de pit stop mais rápidos em 2017 para melhorar a posição da equipe no campeonato.”

Gemma Fisher Especialista em Desempenho Humano, Williams Group

Solução cliente

A Williams e a Avanade identificaram a biometria como um ponto-chave para entender e melhorar o desempenho da equipe de boxes. Elas combinaram essa tecnologia com a análise de dados baseada na Internet e os relatórios que visam obter informações práticas para a Williams usar em treinamento e estratégia de desempenho futuros.



A solução IoT abriu novas perspectivas para a Williams Martini Racing. Durante a temporada de 2016, os membros da equipe de boxes da Williams usavam cintos biométricos para controlar uma faixa de dados biométricos (frequência cardíaca, frequência respiratória, temperatura e aceleração máxima). Os dados da medição são carregados para um banco de dados hospedado no Microsoft Azure e processados com a visualização de dados do Microsoft Power BI. Eles são exibidos pelo Painel de análise de biometria da Avanade para a Especialista de desempenho humano da Williams, Gemma Fisher.



“Um carro tem 200 sensores que registram mais de 1.000 parâmetros, e nós desejamos expandir os dados disponibilizados entendendo a ciência que está por trás da equipe de boxes”, disse Fisher. “Trabalhando com a Avanade, poderemos continuar ultrapassando os limites de potencial dos pit stops e usaremos fluxos de dados adicionais para garantir que permaneçamos um passo à frente de nossos concorrentes.”

Resultados

Agora que a temporada terminou, Fisher usará o painel para avaliar as informações coletadas ao longo de 2016, a fim de obter um melhor entendimento das áreas que precisam de melhoria para atingir paradas consistentemente mais rápidas nos boxes. Por exemplo, a análise de dados obtida dos cintos de biometria fornecerá insights da fisiologia por trás de um pit stop perfeito. Outra análise buscará descobrir se as informações dos dados biométricos podem informar aspectos específicos dos objetivos de treinamento aeróbico do indivíduo.



Os relatórios de desempenho personalizados poderão enfatizar, por exemplo, o trabalho em uma zona específica de frequência cardíaca para reduzir o período de recuperação cardiovascular. As descobertas iniciais são sugestivas de fatores influenciadores no desempenho, como estresse e ingestão de cafeína. Os dados permitem treinamento direcionado e outras ações para melhorar o desempenho da equipe que possam ser implementados antes da temporada de 2017.



A solução pode ser um exemplo importante de como a Avanade está ajudando as empresas a desenvolver um ecossistema de IoT conectado para maximizar o valor comercial, combinando tecnologias operacionais com tecnologias de informações da empresa para criar uma diferença em desempenho no mundo real.

VÍDEO
Biometria da Williams

Rastreamento de IoT para desempenho futuro.

HISTÓRIA DO CLIENTE
Williams

Estudo de caso da Williams.

Histórias relacionadas a clientes

Próximos passos

Saiba como podemos ajudá-lo a atender seus clientes de modos que nunca imaginou.

Fechar
Modal window
Contrato
Share this page