Loading...

O mercado da tecnologia é um dos que mais tem crescido nos últimos anos, e tem tudo para continuar nesse crescimento exponencialmente. Só em 2019, cresceu cerca de 118% no Brasil, segundo uma pesquisa realizada pela Empresômetro, empresa de inteligência de negócios.

Com essa expansão, é claro que cada vez mais profissionais e jovens talentos buscam se especializar em diversas áreas dentro da tecnologia para acompanhar o mercado e garantir o seu lugar de sucesso. Até porque, o ramo é conhecido por oferecer uma média salarial alta logo em seus primeiros cargos.

A programação (ou desenvolvimento) é uma dessas áreas, e conta atualmente com 40% dos profissionais de TI, sendo a mais promissora dentro da tecnologia. Com grande percentual de crescimento também, a carreira de desenvolvedor ganha cada vez mais espaço em startups e consultorias.

Mas, um fato interessante sobre tudo isso que citamos acima é o aumento da presença das mulheres na programação e a tendência que está se criando acerca da carreira feminina. Por que isso está acontecendo? Na verdade, a pergunta deveria ser: por que não estaria acontecendo?

As mulheres estão superando barreiras na carreira de desenvolvimento

Há muitos anos as mulheres vêm ganhando espaço em profissões antes pouco ocupadas por elas. A engenharia, ciência, política e a tecnologia começaram a ter cada vez mais profissionais e líderes engajadas e que serviram de exemplo e inspiração para que cada vez mais mulheres seguissem essas carreiras.

Bastaram as primeiras profissionais começarem a descobrir que podiam sim trabalhar com a tecnologia que muitas outras abriram os olhos para essa área promissora do mercado de trabalho, começando a se interessar não apenas por TI, como também por programação.

No entanto, a desigualdade de gênero entre os desenvolvedores ainda é grande, e por isso é importante desmistificar essa imagem de que a tecnologia é um mercado somente para homens, e assim inserir cada vez mais mulheres na programação. Como fazer isso? Dando vazão para que elas enxerguem possibilidades de crescimento dentro dessa carreira, e além de tudo, verem que são capazes de serem excelentes profissionais.

Tendência de carreira: mulheres queremos vocês!

Uma pesquisa realizada pela Unesco mostrou que 74% das mulheres se interessam por tecnologia, mas apenas 30% delas seguiram a área, enquanto 27% disseram não enxergarem evolução na carreira. Se tantas mulheres gostam da área de TI, por que não incentivá-las a seguir a carreira, já que é tão promissora para os homens?

Foi através desse pensamento que surgiram diversos programas de empoderamento feminino dentro da área da tecnologia, e sobretudo da programação. A Avanade, por exemplo, possui ações voltadas para o assunto e já criou programas de recrutamento de desenvolvedores com 50% das vagas voltadas para as mulheres.

A Avanade também esteve presente no Talent Fest do Laboratória e no speed hiring do Reprograma. As duas instituições ensinam mulheres que estão em transição de carreira ou em vulnerabilidade social e as formam como desenvolvedoras. A Avanade, como parceira dessas instituições e buscando aumentar o número de mulheres em seus times de tecnologia, absorve esses talentos recém-formados para dentro da empresa.

A tendência de carreira das mulheres na programação, na verdade, surge através do exemplo. Uma vez que uma mulher consegue superar as barreiras do majoritarismo masculino dentro da programação, desde os cursos até o mercado de trabalho, muitas outras vêem a possibilidade de seguir o mesmo caminho, realizando os seus sonhos e descobrindo novas oportunidades no mercado de trabalho.

Muitas delas inclusive mal consideravam a chance de se aventurarem no mundo da programação, justamente por já terem sido condicionadas à outras áreas. Mas a boa notícia é que com tantos focos de incentivo, esse dado está mudando, e hoje temos um crescente engajamento de mulheres querendo aprender sobre como criar sites, aplicativos e se tornarem grandes desenvolvedoras.

A grande questão é pensar “por que não?”, e assim ir diminuindo o preconceito e desigualdade dentro de diversas áreas do mercado além da programação que também abrem pouco espaço para as mulheres.

Então mulheres ocupem cada vez mais esse espaço no mercado de trabalho, tem uma cadeira esperando por vocês aqui na Avanade.

Venha para a Avanade Brasil e candidate-se às nossas vagas: https://www.avanade.com/pt-br/careers

Próximos passos

Saiba mais sobre nossos blogs e autores.

Compartilhe esta página